quinta-feira, 4 de julho de 2013

Famosos que se arrependeram de participar de filmes pornôs


Na última sexta-feira, 15/03, Gretchen confessou durante entrevista ao programa "Sábado Alegre", de uma TV local de Fortaleza, que se arrepende de ter participado de filmes pornográficos. “Quero esquecer os filmes pornôs que eu fiz. A única coisa que eu me arrependo foi de ter feito aqueles filmes. É uma coisa q eu não gosto de comentar. Isso vem contra os meus princípios. Já apaguei isso da minha vida”, disse ela. (Foto: Reprodução / Divulgação)


A ex-prostituta Raquel Pacheco, mais conhecida como Bruna Surfistinha, contou em entrevista à revista 'Época' que se arrependeu de ter gravado filmes do gênero pornô. "Gravei dois filmes pornográficos quando ainda não era conhecida e a produtora agiu de maneira muito oportunista. Nunca mais fiz e não farei, embora tenha recebido propostas muito boas", contou. Dizem que o cachê de Bruna não teria passado de R$ 500, na época. (Foto: Divulgação)
A ex-BBB Fani Pacheco contou durante a sua permanência na última edição do programa, que se arrepende de ter feito o programa de gênero pornô soft "Malícia", exibido no Multishow. "Não gostei da edição da segunda temporada e é por isso que me irrito e peço para as pessoas não falarem sobre isso", contou aos colegas de confinamento. Fani ainda teria deixado claro que as portas para ela estariam fechadas no canal pago. (Foto: Agnews)

Thammy Miranda, atriz e filha da cantora Gretchen, participou de um filme pornô polêmico, em 2008, no qual contracenava com a ex-namorada Júlia Paes. Na produção, ela interpretava um caseiro que se revelava, na verdade, uma mulher. Em entrevista ao jornal 'O Dia', Thammy contou que não viu nada demais no filme, já que as cenas de sexo não eram explícitas, mas que se arrependeu de tê-lo feito por conta do preconceito sofrido por quem já fez filmes do gênero. (Foto: Reprodução / Divulgação)
O ator Mateus Carrieri, que ficou conhecido por seu papel na novela infantil 'Chiquititas', confessou em entrevista para o site 'iG', que se arrependeu de ter atuado em três filmes pornôs, feitos entre 2006 e 2007. "Acho que dimensionei errado o quanto isso iria me prejudicar. Se pudesse voltar no tempo, não teria feito filmes pornôs, teria pensado melhor", desabafou. (Foto: Reprodução / Agnews)




Alexandre Frota entrou de forma assumida no ramo da pornografia em 2004 e fez cerca de 12 filmes do gênero. Em entrevista ao site 'Ego', em 2008, o ator desabafou e disse o quanto se arrepende das atuações. "Fazer filme pornô foi o maior erro da minha vida. Está certo que fiz pela necessidade do dinheiro. Mas falo com toda a certeza: nunca mais outra vez. Posso vir a passar fome, mas filme pornô eu não faço mais”, disse. (Foto: Reprodução / Divulgação)

Viviane Bruniere namorou o Ronaldo Fenômeno e ficou conhecida como Vivi Ronaldinha em meados de 1996. Após o término, a loira ficou viciada em drogas, se prostituiu e virou atriz pornô. Em 2009, Vivi decidiu virar evangélica e em entrevista ao site 'Ego' disse que se arrependeu de ter atuado nos filmes adultos. "Fui ao inferno e voltei. Eu pensei: 'minha vida acabou'. Nas cenas, me deu um ataque de choro. Eu olhava para a luz e via o demônio e uma voz falando que eu já era", contou. (Foto: Divulgação)


A atriz Leila Lopes chegou a atuar em três filmes pornô, "Pecados & Tentações", "O Pecado Sem Perdão" e "Pecado Final". Um pouco antes de começar a atuar em filmes desse gênero, Leila havia dito ao site 'Ego' que só faria que só faria um pornô se "estivesse passando por dificuldades, já tivesse tentado trabalho de todas as formas e não conseguisse dinheiro para pagar as contas". Após ter feitos os filmes, a atriz confessou que chorou muito e que esses haviam sido seu papéis mais difíceis. Leila se suicidou no final de 2009, pouco mais de seis meses após a estreia do terceiro filme. (Foto: Reprodução / Divulgação)
Compartilhar no Facebook


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário